A vida de síndico, sabemos, é cheia de responsabilidades. Mas, além disso, há também riscos (muitas vezes ocultos) que o gestor deve ter conhecimento para saber evitar.

 

E é ter justamente esse olhar cuidadoso para o que não está saltando aos olhos que pode fazer a diferença entre uma ótima gestão e uma cheia de atropelos. Uma administração mal feita pode criar verdadeiras armadilhas para o síndico.

 

Por isso, além de estar bem informado quanto às suas responsabilidades é importante que você conheça as situações de risco que podem ocorrer em sua gestão. Veja os principais riscos que o síndico corre durante sua gestão:

 

1 - Obra em unidade afeta estrutura do condomínio;

2 - Perda de garantia da construtora;

3 - Não pagamento de encargos sociais de funcionários;

4 - AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) vencido;

5 - Administradora e síndico profissional desonestos;

6 - Playground sem manutenção em dia;

7 - Para-raios sem manutenção em dia ou fora da norma;

8 - Elevador sem manutenção em dia;

9 - Vazamento de gás nas unidades;

10 - Manutenção dos equipamentos contra incêndio;

11 - Acidentes com funcionários;

12 - Acidentes com moradores;

13 - Uso indevido dos fundos de reserva do condomínio;

14 -  Seguro vencido ou incompatível com o condomínio.

 

Matéria completa em: https://www.sindiconet.com.br/informese/os-riscos-que-o-sindico-corre-durante-sua-gestao-administracao-atribuicoes-do-sindico