Imposto de Renda 2018: prazo para entrega de 02/03/2018 à 28/04/2018

 

A Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda - Pessoa Física (DIRPF) é uma obrigação anual de cada contribuinte do imposto, segundo as normas estipuladas pela Receita Federal do Brasil (RFB). Estão obrigados a declarar no exercício de 2018, os contribuintes que no ano-calendário de 2017, se enquadraram em qualquer das situações a seguir:

 

- Recebeu rendimentos tributáveis, cuja soma anual foi superior a R$ 28.559,70

 

- Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, no valor total ou superior a R$ 40.000,00;

 

- Obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou tenha realizado operações na bolsa de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

 

- Alcançou receita bruta na atividade rural acima de R$ 142.798,50, ou pretenda compensar prejuízos;

 

- Teve a posse ou propriedade de bens ou direitos, de valor total superior a R$ 300.000,00;

 

- Passou a residir no Brasil no ano de 2016;

 

- Optou pela isenção sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais.

 

Caso seu rendimento não seja superior a R$ 28.559,70 no ano, mas sofreu retenção de Impostos de renda em algum mês, a declaração pode ser feita, para restituir o valor.

 

Documentos necessários para elaboração da declaração:

- Documentos Pessoais

CPF e Título de Eleitor

 

- Comprovante de Residência

Conta de Água, Luz ou Telefone

 

 

 

 

- Cópia da Declaração Anterior

Caso não tenha feito no Grupo Embracon

 

- Informe de Rendimentos

Solicitar para sua Fonte Pagadora

 

- Extratos bancários para fins de Imposto de Renda

Solicitar junto ao Banco, ou emitir pela interne

 

- Comprovante de compra e venda de Bens em 2017

Contratos/Escrituras/Recibo de Compra e Venda de Veículo

 

- Comprovantes de Gastos com Educação

Solicitar na Instituição de Ensino

 

- Comprovantes de Gastos com Saúde

Recibos e Notas Fiscais de Médicos

 

Observação: Houve alteração na Lei quanto a exigência da Inscrição no CPF dos dependentes na declaração de ajuste anual, sendo obrigatório a partir de 8 (oito) anos.

 

Caso esteja obrigado e não cumpra o prazo, qual a multa?

 

A entrega da Declaração de Ajuste Anual depois do prazo ou a sua não apresentação, se obrigatória, sujeita o contribuinte à multa de 1% (um por cento) ao mês calendário ou fração de atraso, calculada sobre o total do imposto devido nela apurado, ainda que integralmente pago. A multa tem como valor mínimo R$ 165,74 e como valor máximo 20% do imposto de renda devido.

 

Qual o prazo de entrega pela Receita Federal do Brasil - RFB?

O prazo iniciou em 1° de Março e vai até 30 de Abril de 2018.

 

Para maiores informações, entrar em contato no telefone (48) 3035-4000, Ramal 4020.