Sem tempo para ler? Experimente o player abaixo e ouça o conteúdo:

Ser síndico não é uma tarefa fácil, concorda? Afinal, envolve responsabilidades como planejar os gastos, cuidar da conservação do espaço, realizar a prestação de contas e defender os interesses dos moradores. Além disso, no fim de ano, as tarefas no condomínio aumentam.

Isso porque é hora de pagar 13º e gratificações de Natal, planejar as festas e ainda elaborar a previsão orçamentária do próximo ano. Mas calma! Para ajudar você na gestão do condomínio no final de ano, separamos algumas dicas valiosas. Então, confira como se planejar para esse momento!

1. Entregue a cota do condomínio com antecedência

Planejar todos os gastos de final de ano e antecipá-los é essencial para evitar inadimplência por conta de viagens nesse período. Então, convoque uma assembleia e identifique os gastos corriqueiros e os extras dessa época. Quais são eles? Decoração, reforço na segurança e bônus, além de caixinha de fim de ano e 13º salário no caso de funcionários próprios.

Depois de calcular todas as despesas e aprová-las em assembleia, entregue a cota condominial de dezembro com antecedência — mas lembre-se de que nem todos os gastos são obrigatórios para os moradores / proprietários.

2. Convoque uma assembleia para fazer a previsão orçamentária

Antes de traçar os objetivos financeiros do próximo ano, faça uma análise da situação atual do condomínio. Quais são as reformas que precisam ser feitas? A segurança do condomínio e dos moradores precisa ser reforçada? Converse com os funcionários e moradores para ter uma visão geral.

Além das mudanças planejadas, levante todas as despesas recorrentes, como manutenção preventiva, pagamento de impostos, material de limpeza e escritório e folha de pagamento de funcionários ou valor da administradora do condomínio. De posse dessas informações, faça um levantamento das despesas para o próximo ano.

3. Planeje antecipadamente as festas de fim de ano

Se você ainda não previu os gastos com decoração das festas de fim de ano no orçamento anual, então vamos lá! Reúna-se com os moradores para planejar o quanto pode ser gasto e rateie esse valor. Para ajudar a escolher a decoração, monte uma comissão.

Assim, além de delegar uma tarefa para ficar menos sobrecarregado, é possível promover uma maior integração entre você e os moradores. Não se esqueça de comprar produtos de boa qualidade e que possam ser reutilizados nas próximas festividades.

4. Livre-se das pendências financeiras e operacionais

Nada melhor do que iniciar o próximo ano sem pendências, não é? Então, comece conversando com os moradores inadimplentes para acertarem sua situação com o condomínio. Assim, você evita que as contas fechem no vermelho e, até mesmo, garante uma reserva financeira.

E o condomínio, tem alguma dívida em aberto? Que tal começar a negociá-la. Se for necessário, contrate um financiamento condominial. E sabe aquelas manutenções pequenas, como troca de lâmpadas e pintura, mas que podem dar muita dor de cabeça? Coloque-as em dia e fique tranquilo enquanto comemora.

Planejar as tarefas do condomínio no fim de ano vai ajudar você, síndico, a evitar muitos problemas que podem atrapalhar as comemorações. E as festividades estão cada vez mais próximas. E aí, já está preparado para isso? Se ainda não, então aproveite as nossas dicas!

Gostou do nosso artigo? Quer mais dicas sobre gerenciamento condominial? Então, confira quatro práticas de gestão do tempo para síndicos!