o-que-e-e-quais-os-beneficios-do-coworking-em-condominios-residenciais

A possibilidade de trabalhar remotamente tem aumentado a cada dia, já que muitas empresas permitem que seus profissionais desempenhem suas funções de qualquer lugar. Com essa nova modalidade de trabalho, começaram a surgir as áreas de Coworking em condomínios residenciais.

Essas áreas podem ser a solução para profissionais que necessitam de um escritório para receber clientes ou para aqueles que não consideram produtivo trabalhar de suas casas. O local combina o profissionalismo do trabalho em escritório com a conveniência e a qualidade de vida do trabalho remoto.

Neste post, falaremos um pouco mais sobre o coworking em condomínios residenciais, suas vantagens e algumas dicas para aproveitar ao máximo o espaço. Confira mais a seguir!

Entenda o que é e como funciona um espaço de Coworking

Coworking é um espaço compartilhado de trabalho ou estudo, ou seja, em vez de usar um escritório sozinho em casa ou uma sala comercial, a pessoa compartilha um local com outros profissionais, de outras áreas e empresas.

Inovador, sustentável, prático e econômico, esse espaço oferece tudo o que um indivíduo precisa: mesas e cadeiras confortáveis, internet, ambiente com ar-condicionado e sala de reuniões.

Em um condomínio, ele funciona basicamente da mesma maneira: é um espaço comum dedicado ao trabalho e ao estudo dos moradores. Além de encontrarem um local adequado para suas atividades profissionais, eles terão a oportunidade de interagir mais com os vizinhos. Assim sendo, se o regimento interno permitir, você, como síndico, também pode incluir uma sala de reuniões, cozinha e outros equipamentos fundamentais em um coworking.

Conheça as vantagens de incluir um Coworking em condomínios residenciais

Muitos têm investido no home office (trabalho de casa) em busca de uma melhor qualidade de vida. Conheça os principais benefícios de implementar um coworking em condomínios residenciais:

Economia e flexibilidade

Em casa, muitas vezes não é possível usufruir de um espaço confortável e equipado para trabalhar, o que dificulta o foco nas tarefas. Contudo, os coworking em condomínios residenciais possuem uma estrutura toda voltada para o trabalho, geralmente confortável e ergonômica, onde os moradores podem se dedicar a seus compromissos profissionais.

Outra vantagem é que os residentes estarão praticamente em casa e, por exemplo, poderão se dar ao luxo de trabalhar com uma roupa um pouco mais confortável, chegar ao local de trabalho com menos pressa, almoçar em casa, economizar nos custos de transporte (já que não precisarão se deslocar por grandes distâncias), entre outros.

E mesmo com a cobrança de uma taxa de uso, o valor será menor do que o aluguel e as taxas mensais cobradas por espaços comerciais tradicionais. Essa facilidade gera uma economia no orçamento dos condôminos e mais lucro para o condomínio em geral.

Infraestrutura completa

Como dissemos no tópico anterior, os espaços de coworking dos condomínios tendem a oferecer uma infraestrutura que, infelizmente, os moradores não conseguem desfrutar em casa — ou mesmo na empresa para a qual trabalham. Por exemplo: é comum, na maioria dos coworkings, existir salas de reunião com todo o material necessário para a jornada de trabalho.

Outra característica é o acesso a uma internet rápida e espaço de relaxamento com cafeteira, geladeira, micro-ondas etc. Dessa forma, os frequentadores podem fazer uma pausa para recarregar as baterias, desfrutando da segurança e do conforto do condomínio fechado, sem precisar voltar ao apartamento ou sair para comprar refeições.

Maior qualidade de vida

Muitas pessoas que trabalham remotamente não gostam da solidão dessa rotina, além de reclamarem da ausência de trocar conhecimento com colegas de profissão. No entanto, ao usar um coworking no prédio, há a possibilidade de manter contato com pessoas de diferentes nichos de atuação, algo que enriquece a vida profissional.

Por meio da troca de ideias, os moradores podem aprimorar seu trabalho, conhecer novos projetos e criar laços importantes para o crescimento profissional. Todos esses fatores agregam valor à rotina de trabalho e melhoram a qualidade de vida.

Saiba quais são as regras para a utilização do Coworking nos condomínios residenciais

Apesar de parecer simples, é preciso disciplina para seguir as normas de convivência em um espaço de coworking residencial. Veja abaixo quais são as principais delas.

Respeitar as normas do condomínio

É muito importante definir informações como horários de funcionamento, presença de convidados externos, reservas para mesas ou salas de reuniões, diretrizes de segurança em áreas públicas etc. E, é claro, que os usuários sigam as orientações. Nesse sentido, também enfatizamos a relevância de uma comunicação eficaz do condomínio, para que todos conheçam as condições de uso do coworking.

Manter o silêncio no espaço

Evitar falar alto, colocar celulares no silencioso e utilizar fones de ouvido enquanto estiver escutando música são regras básicas de convivência em um ambiente profissional. Por isso, não poderia ser diferente em um espaço de coworking. Além disso, é pertinente evitar conversar no telefone em viva-voz enquanto estiver dividindo o espaço com outras pessoas.

Prezar pela limpeza do local

Assim como as regras de uma empresa, é fundamental manter o lugar limpo e organizado para que o ritmo de trabalho não seja prejudicado. Caso exista uma cozinha no espaço, não se deve deixar louça suja acumulada na pia ou restos de comida. Todos esses cuidados devem ser realizados mesmo se houver serviço de limpeza no condomínio.

Compreender os limites dos vizinhos

Algumas pessoas gostam de preservar a informalidade no ambiente de trabalho; outras preferem um clima mais sério. Portanto, é importante que os usuários respeitem os limites e prezem pela boa convivência.

Como dissemos inicialmente, o espaço de coworking em condomínio é uma excelente alternativa para os trabalhadores remotos que não conseguem manter a disciplina em casa, mas não desejam retornar ao ambiente corporativo. Além disso, implementar um coworking no prédio oferece inúmeros benefícios tanto para o condomínio quanto para os residentes.

Os moradores conseguem aumentar a qualidade de vida, já que economizam tempo e dinheiro, pois conseguem realizar todas as atividades e ainda se dedicar à família, aos amigos e ao campo pessoal. Para o condomínio, a facilidade atrairá mais residentes e aumentará os lucros e a valorização do edifício.

Gostou das nossas dicas sobre coworking em condomínio? Então, assine nossa newsletter para receber em primeira mão mais conteúdos interessantes como este, e nos acompanhe pelo Instagram!